terça-feira, 15 de abril de 2008

Transporte público: Uma dose reforçada de educação, por favor


Dessa vez não resisti e vou falar de um problema que me acomete com frequência. O título acima remete a algum pedido feito a um garçom de bar, mas o assunto é bem mais complicado, apesar de não dever ser. São muito constantes as reclamações por parte de quem usa o transporte coletivo devido à falta de educação que sempre se presencia. Muitos reclamam da má qualidade do serviço recebido, mas esquecem-se de fazer algo importantíssimo: auto-crítica sobre a maneira como agem.


Nos terminais, a situação, muitas vezes é caótica. Um pouco de civilidade durante o embarque e desembarque resolveria parte dos perrengues sofridos pelos passageiros. A questão, que é extremamente lógica, não é seguida por grande parte das pessoas. Simples assim: esperam-se os passageiros que estão no ônibus descer para depois entrar. Não é o que acontece sempre. Querem entrar ao mesmo tempo em que outros saem. Outro agravante é a concentração de passageiros nas proximidades nas portas, sendo que em outras áreas há espaço, dificultando, assim, a saída do veículo.


É por essas e outras que cresce, constantemente, a repulsa pelo transporte coletivo. Além de problemas estruturais como uma frota insuficiente e mau fluxo do trânsito, é preciso conviver com situações desagradáveis que poderiam ser evitadas.


De nada adianta reclamar, seja em qual situação for, se cada um não tiver a consciência e educação de agir civilizadamente.




* Este texto de minha autoria (assim como tudo o que é publicado neste espaço) já foi publicado, em forma de editorial, na Gazeta de Campinas em agosto de 2007 e sofreu pequenas alterações antes de ser postado.

4 comentários:

Consumindo Realidade disse...

As empresas responsáveis pelo transporte coletivo na cidade tratam o usuário como gado. Não satisfeitos de serem apenas tratados assim, resolvem trajarem-se racinalmente como animais instintivos que correm e empurram ao abrir ou fechar da porta.
Lamentável.
Antes de cobrar é necessário educação.

Consumindo Realidade disse...

*racionalmente

Murillo Rodrigues disse...

Interessante como so problemas sociais da margem a falta de compromossimo da população, e como todo esse sistema 'dinheiro publico - empresas' nao se importam com a manuntenção dos direitos básicos sociais.

Nitai Bezerra disse...

Transporte público, uma solução comum que favorece a maioria. Vejam o que estão fazendo para melhorar o nosso sistema de transporte público. www.onibusrecife.com.br