sábado, 12 de abril de 2008

Exagero: Estudantes fazem da UNB um playground



No fim da tarde de hoje, os universitários que protestam sob forma de ocupação das dependências da Universidade de Brasília, jogaram água e sabão na rampa de acesso à área administrativa e escorregaram como crianças felizes brincando de faxina.

O protesto estudantil é extremamente válido, mas agora que já conseguiram o que queriam, começa a tomar ares de bagunça gratuita. O reitor, que comprou mimos de alto luxo para seu apartamento funcional com dinheiro público via cartão coorporativo, já aceitou deixar o cargo por, pelo menos, 60 dias. O vice reitor, pressionado, fez o mesmo.

A farra continua pelas dependências da universidade e o cunho de seriedade das manifestações parece ter se perdido, mesmo após seu objetivo ter sido alcançado. A Justiça mantém a cobrança de uma multa ao Diretório Central Estudantil no valor de 5 mil reais por hora e o valor já chega à cifra de um milhão de reais.

Com tantos dias de manifestos, os estudantes não parecem estar nem um pouco preocupados com suas aulas. Ao que parece, o importante agora é bancar o rebelde pra aparecer na imprensa.

2 comentários:

Consumindo Realidade disse...

Eu sou a favor da invasão do prédio da reitoria lá. Mas espero que agora, depois de tanto tempo e com a anunciada renúncia do reitor os estudantes voltem para casa ou para as salas de aula.

Murillo Rodrigues disse...

Super divertido

dos manifestos à indolencia.